Please reload

Posts Recentes

Epilepsia atinge cerca de 3 milhões de brasileiros - Reportagem Jornal da Band

December 6, 2016

1/2
Please reload

Posts Em Destaque

Inevitável expectativa

 

Tratar uma doença crônica é viver em eterna expectativa, estar com a adrenalina sempre acima do nível ideal, entender que a cada momento estamos propícios a passar por situações diferentes e entender a necessidade de respeitar essa diversidade.

Os dias vão passando, são horas, minutos, segundos e a cada um deles nos traz a oportunidade de pensar que o próximo sempre pode ser melhor que o anterior, afinal não podemos estar estagnados.

Aceitar determinada situação por muitas vezes deve ser necessária, mas daí a estar entregue a ela sem que a vida siga seu movimento natural já é uma questão completamente diferente. Por muitas vezes achamos que o fato de não ter uma solução imediata, ou mesmo que seja algo determinante e por toda a vida, isso funciona como uma sentença de estar sendo derrotado e não pensamos que ainda tem muito a ser feito e quando descobrimos é exatamente nesse momento que abrimos nossa mente para a vida. Isso nos traz até uma energia diferente para a vida e aprendemos a ser melhores buscando coisas boas e conquistamos nossas metas com muito maior prazer pela dedicação e positividade que carregamos.

Em determinadas situações pensamos no porque devemos acreditar sempre se já nos decepcionamos tanto, passamos por tantos tratamentos, terapias, ou seja, o que for que fazemos para ficarmos bem e saudáveis e tantas vezes nos decepcionamos que por muitas vezes não queremos acreditar em mais nada. É difícil manter uma postura otimista sempre depois de tantas derrotas, mas é preciso.

Ter uma postura otimista faz com que possamos olhar o mundo de maneira diferente, muda nosso foco no horizonte e determinantemente a expectativa de um futuro muito melhor. O fato de passar por muitas situações nos deixa “calejados” inevitavelmente. Aprendemos a entender melhor as expectativas, saber o quanto devemos sonhar com cada momento, é exatamente aquela questão de entrar em uma relação a ponto de manter sempre um equilíbrio para não se prejudicar. O tratamento é um novo relacionamento.

Ao usar um novo medicamento, ou seja, qual for a questão em que nos envolvemos em busca de um controle do tratamento nós precisamos estar prontos para tudo, mesmo assim não conseguimos ter esse autocontrole em 100%. Não dá para não esperar o melhor, até porque senão qual seria a necessidade de enfrentar uma luta se não quiséssemos vence-la?

São muitos fatores, o tempo que estamos envolvidos, as decepções anteriores, as pessoas que nos amparam nesses momentos, a necessidade de ter uma melhor qualidade de vida, entre tantos outros que dificilmente teremos um equilíbrio para poder dizer que estamos prontos e que independente do resultado alcançado sempre estaremos agindo de forma com que nada nos abale. Impossível, somos humanos. Mesmo assim podemos tentar e a vida vai nos ensinando, até o ponto que ela mesma nos dirá que não há mais nada a ser feito.

 

 

 

Compartilhe no Facebook
Compartilhe no Twitter
Compartilhe no Linnkedin
Comparrtilhe no Pinterest
Compartilhe no Google+
Please reload

Siga
Please reload

Arquivo
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • White Instagram Icon
  • White YouTube Icon
  • White Facebook Icon
  • White Facebook Icon

© 2020 Viva com Epilepsia

• Eduardo Caminada Junior •

  • White Instagram Icon
logo injoy
  • White YouTube Icon